Escolhas lança novo edital de Programa de Bolsas para mestrado e doutorado

Iniciativa faz parte da Cátedra Escolhas de Economia e Meio Ambiente

O Instituto Escolhas acaba de lançar o segundo edital do Programa de Bolsas para mestrado e doutorado em Economia e Meio Ambiente. O programa faz parte da Cátedra Escolhas de Economia e Meio Ambiente e tem como objetivo contribuir para aumentar a formação e pesquisa nessas áreas, buscando ampliar o número de pesquisadores que abordem a complexidade dos temas ambientais de forma objetiva, estabelecendo pontes de diálogo entre diferentes saberes importantes para a superação dos dilemas inerentes aos processos de desenvolvimento do país.

O processo de seleção para o Programa de Bolsas é realizado em duas etapas, sendo a primeira a inscrição no programa e a segunda etapa de realização de análise dos projetos de pesquisas, desempenho acadêmico, currículo e demonstração de interesse. Os candidatos às bolsas podem desenvolver seus trabalhos com temas voltados à agricultura, água, cidades, economia de baixo carbono, energia, florestas, riscos socioambientais do sistema financeiro e valoração de serviços ambientais, entre outros.

Para Jaqueline Ferreira, diretora institucional do Instituto Escolhas, importantes questões ambientais do debate sobre o desenvolvimento brasileiro ainda não se constituíram como tema corrente ou campo consolidado de investigação das ciências econômicas. “Apesar disso, tomadores de decisão em diferentes esferas da sociedade (pública ou privada) estão lidando frequentemente com o tema sem, no entanto, ter acesso a informações e análises socioeconômicas que ajudem no seu posicionamento”, afirma. “O Programa de bolsas da Cátedra Escolhas de Economia e Meio Ambiente visa a apoiar a formação de pesquisadores e a produção de conhecimento sobre as questões ambientais contemporâneas a partir da abordagem das ciências econômicas”, completa.

Primeiro Edital

O primeiro edital da Cátedra, lançado no final do ano passado, selecionou quatro estudantes que estão desenvolvendo projetos nas áreas de mobilidade urbana, combustíveis, produtividade agrícola e água virtual. Bruno Santos, da Universidade de São Paulo (USP), elaborou a pesquisa Mudanças Climáticas no Brasil: Efeitos Sistêmicos sobre a Economia Brasileira Provenientes de Alterações na Produtividade Agrícola, com o objetivo de medir os impactos econômicos na produtividade agrícola. Outro trabalho voltado para a área agrícola é o de Jaquelini Gelain, da Esalq/USP, que propõe a Análise do Custo-benefício da Exportação de Água Virtual no Setor Agropecuário Brasileiro, ou seja, a água utilizada de forma direta ou indireta na produção de algum bem ou serviço.

Os outros projetos, mais voltados às questões das cidades, são elaborados por Ricardo Campante Vale, da USP Ribeirão Preto, que pretende calcular o custo da imobilidade urbana em São Paulo, e Roberto Amaral, da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EESP), com o projeto Veículos Movidos a Gás Natural no Brasil: Consequências para o Mercado de Combustíveis, com a finalidade de avaliar a queda de demanda de outros combustíveis e o impacto que isso causa na economia.

Para participar do segundo edital, é preciso enviar a documentação necessária para: institucional@escolhas.org. As inscrições poderão ser realizadas de 23 de outubro de 2017 a 4 de fevereiro de 2018. Confira aqui o edital completo e faça sua inscrição.