Cláudia Andujar

Cláudia Andujar nasceu na Hungria e transferiu-se para o Brasil em 1957, naturalizando-se brasileira. Foi repórter fotográfica e desenvolveu, de 1970 a 1975, juntamente com George Love, o Workshop de Fotografia do Museu de Arte de São Paulo, que influenciou dezenas de fotógrafos. No final da década de setenta fundou a Comissão pela Criação do Parque Yanomami. É autora dos livros Bicos World, Estados Unidos (1958); Amazônia (1978), em parceria com George Love; Mitopoemas Yanomami e Yanomami em Frente do Eterno (1979), e Missa da Terra sem Males (1982). Em 1972, realizou o documentário Yanomami – Povo da Lua, Povo do Sangue e, em 1996, lançou a obra Um Mundo Chamado São Paulo, em CD-ROM. Em 2015 suas fotos entraram no acervo no Centro de Arte Contemporânea da Fundação Inhotim.